13 dezembro 2006

A caminho de Lodões

Esta aldeia, Lodões, era completamente desconhecida para mim. É um daqueles lugares onde se passa ao lado e em que nunca reparamos. No dia 19 de Novembro passei na N102 (E802) e tirei uma boa fotografia de Lodões. Esta fotografia já correu mundo e recebeu críticas muito favoráveis.

A ideia de hoje, dia 13 de Dezembro, foi partir à descoberta de Lodões.

Não é fácil chegar lá, mas quando a vontade é forte, não há limites. Decidi tomar uma caminho alternativo, usando o menos possível as estradas. Desconheço os caminhos e as "aventuras" pelo desconhecido, não me têm corrido muito bem. Mas, não é isso mesmo a ventura?

Aqui estou, cansado mas contente. Poderia contar-vos toda a história mas tenho que dedicar-me a corrigir os últimos testes, neste 1.ºperíodo, dos meus alunos. Corrigir quase 150 testes consome muitas horas em casa. É pena que este trabalho não seja valorizado. Seria muito mais agradável ficar aqui a seleccionar fotografias e a contar as minhas "aventuras" mas não ficava satisfeito comigo mesmo. Amanhã, com mais calma, contarei toda a história.
As duas fotografias que partilho hoje foram tirada no dia 19 de Novembro, quando passei a primeira vez por Lodões. Uma bonita fotografia exige entrega, abstracção, prazer, adoração e depois partilha. É tudo isso que sinto. Mais do que "chapas" são pedaços de vida, da minha vida, que partilho convosco.

2 comentários:

Li Malheiro disse...

Olá Caro XO_OX.
O céu estava lá a pedir foto. A luz no seu expoente màximo, o Arco-Iris, que nos dá a certeza de que a luz branca se deconpõem, para nosso deleite, em cores que dão vida à vida. e o contrate com o escuro, ausência de luz, da noite que se adivinha, é uma promessa de que amnhã continuará a haver sol.
Magnificos momentos que tão daimosamente divulgas.
Saudações e aquele abraço amigo
Li Malheiro

Esmeralda disse...

Na fúria de um azul/carvão/Repousa adormecido o braseiro/Quando em leveza e discrição se distende/A deslavada lava que assusta.
(...apenas provisóriamente...)
Parabéns!!! Abraço. Esmeralda