15 novembro 2007

Sumagre (Rhus Coriaria L.)

A minha curiosidade sobre o arbusto com folhas coloridas de vermelho levaram-me a investigar um pouco sobre esta planta. Nas primeiras perguntas que fiz, soube o nome "Sumagre", mas também que tem frutos com um sabor muito azedo. As flores são bonitas e aromáticas, sendo muitas vezes usada para decorar as cascatas dos santos populares. A floração acontece em Maio-Junho. Numa busca mais cuidada na Internet consegui reunir mais informação.
Esta planta Sumagre (Rhus Coriaria L.), pertence à família das Anacardiaceae. É usada nas mais diversas áreas da actividade humana! Os romanos já usavam na culinária um pó vermelho e ácido extraído dos seus frutos, um pouco como se usa hoje o sumo de limão, como tempero. A cultura desta planta teve alguma importância na ilha da Madeira, sendo plantada como a vinha ou como as roseiras. As folhas e a casca eram utilizadas no curtimento de couros e peles. A planta era cortada rente ao chão e rebentava posteriormente, podendo ser cortada de novo no ano seguinte. As folhas eram secas ao sol e depois moídas. Também na zona de Vila Nova de Foz Côa foi uma cultura com alguma importância.
O sumagre também era usado no tingimento de lãs nas fábricas da Covilhã, graças aos taninos da suas folhas e caules.
Para além de todas estas utilizações é de salientar ainda o seu poder medicinal (alivia a febre e é diurética) .
A existência de algumas extensões consideráveis da planta, aqui bem próximo da vila, pode indicar que ela possa mesmo ter sido cultivada para as suas variadas utilizações. Actualmente é quase unicamente utilizada como arbusto decorativo.

3 comentários:

aldina disse...

Parabens Sr Anibal pôr estas belles fôtos destas aldeias que conheci antes de vir para a França . ecomo vou poucas vezes a Portugal é com grande prazer que recordo estas nossas terrinhas e doro como o Sr descreve quando as vizita . um abraco aqui de Paris e boa continuaçao . Aldina

Xo_oX disse...

Olá Aldina
Cálculo que o ambiente de Paris seja bastante diferente destas aldeias mas há sentimentos que não mudam, acompanham-nos para onde vamos. Já vivi em belas cidades (não tão belas como Paris!), Braga, Mirandela, Coimbra, Angra do Heroísmo,...mas de nenhuma sinto saudade quando estou em Vila Flor. É com prazer que continuarei esta minha descoberta...

Leonor disse...

Além de todos os benefícios medicinais do sumagre, ele é um excelente tempero, permite cozinhar com menos sal.Indispensável na cozinha árabe,mas também judaica (zamack). Curioso é que esta planta, originária desta zona da Europa, praticamente não é conhecida nem usada na culinária portuguesa. Porquê não sei, mas é uma pena. Eu, pela minha parte, não prescindo dela, até tenho uma plantaçãozinha no Algarve.