26 dezembro 2008

À Descoberta, em BTT (2)


No dia 21 de Dezembro a Descoberta voltou às duas rodas. Aproveitei o Passeio organizado pelo Clube de Ciclismo de Vila Flor, de que sou sócio, para percorrer mais alguns caminhos, pelo concelho de Vila Flor.
As provas de BTT não são propriamente ocasiões propícias à admiração de bonitas paisagens ou mesmo a tirar boas fotografias. Perder um minuto para fotografar, equivale ficar na cauda do pelotão e nunca mais se recupera o atraso, principalmente para quem, como eu, descobriu as duas rodas já perto dos 40. Mas, tratando-se de um passeio, somente com sócios e amigos, o caso muda de figura.
A concentração aconteceu junto à Câmara Municipal, às 8:30 da manhã. Até o Menino Jesus, no presépio, se afundou na manjedoura, com o frio que fazia. Mas o sol brilhou! Esperava-nos um lindo dia.
Os trilhos percorridos eram meus conhecidos e já aqui tenho falado deles diversas vezes: Barragem Camilo Mendonça; Santuário de Santa Cecília; Valtorno; Seixo de Manhoses; Barragem de novo e Vila Flor.
Ao longo do percurso com aproximadamente 25 quilómetros, apreciei sobretudo um troço que ainda não conhecia, entre o quilómetro 14º e o quilómetro 18º. Já tinha estado em Valtorno, junto dos moinhos, mas não fazia ideia que havia tantos, pelo ribeiro abaixo. O trilho acompanha o ribeiro, a meia encosta, em direcção à Barragem Valtorno-Morão. Não chegámos à barragem, e o pelotão subiu a Seixo de Manhoses. Passámos num local onde se encontram nada menos do que 10 caminhos! Já várias vezes, quando estudava os mapas na Internet, me chamou à atenção esse ponto. Acho que é muito raro que aconteça uma situação destas, tantos caminhos a encontrarem-se todos num ponto! Num dos caminhos há um cruzeiro em granito.
O ritmo calmo e bem disposto imposto ao pelotão permitiu-me muitas pausas, fotografando a paisagem ou mesmo os participantes. De vários locais avistava-se o Vale da Vilariça, parecendo um imenso oceano de algodão doce. Estivemos a poucos metros de lhe tocarmos.
Já depois da uma da tarde foi servido o almoço no restaurante “O Zéquinha”.
Participaram neste passeio muitos jovens de Vila Flor, Carrazeda, Moncorvo e Macedo de Cavaleiros. Praticar BTT é um desporto que tem cada vez mais adeptos e atrai com facilidade os jovens. É saudável, em contacto com a natureza e reveste-se de uma cultura que me agrada muito. Quem bom existir em Vila Flor um clube que facilite este tipo de actividades!

Quilómetros em BTT neste percurso: 25
Total de quilómetros de bicicleta: 1922
Percurso: GPSies - Passeio de Natal

2 comentários:

Anónimo disse...

Você poderia meter o caminho sobre GPSies.com? obrigado! (Mario from França)

Xo_oX disse...

O percurso já está disponível no final do texto do Post.
Se quiser visitar este endereço , pode encontrar 14 percursos meus, quase todos no concelho de Vila Flor.
Um bom 2009.