29 Agosto 2012

Flor do Mês - Julho de 2012

 Chegados os meses de mais calor as plantas perdem o "entusiasmo" para exibirem as suas vistosas flores. A maior parte dos terrenos tem pouca humidade e as temperaturas são altas. Por outro lado há imensos insetos, que é uma aspeto positivo. Não é que em junho não tenha havido flores, mas não são tão visíveis e representativas como noutros meses.
Escolhi para representar o mês de julho a Mantissalca ou Erva-de-Salamanca, que tem de nome científico Mantisalca salmantica. Pertence à ordem Asterales, família Asteraceae, que contribuiu com algumas centenas de espécies, das mais conhecidas na flora portuguesa.
Trata-se de uma planta rasteira mas que lança hastes florais a cerca de um metro de altura (no segundo ano de vida). Habita terrenos pobres secos e pedregosos, sendo frequente na beira dos caminhos, local onde a encontro com mais frequência. É ruderal.
Em Portugal é mais frequente no centro e sul do país, aparecendo também nas ilhas, mas foi introduzida. A floração ocorre de maio a setembro.
Não encontrei grandes curiosidades sobre esta planta. A que é mais vezes referida tem a ver com o seu nome uma vez que Mantisalce e Salmantica terem as mesmas sílabas, mas em ordem diferente. Salmantica é uma referência a Salamanca, cidade espanhola mão muito distante daqui.
Em Espanha a planta tem muitos nomes, alguns bem curiosos como pão-do-pastor, drama, centauria, erva das vassouras, cabeçudas, varredouras, etc. Estes nomes sugerem algumas utilizações que  não consegui comprovar em Portugal. As hastes florais (as flores serão as tais cabeças) atadas, depois de secas, são usadas como vassouras. As folhas basais são comestíveis em guisados (isso justifica o nome pão-do-pastor). As flores são usadas, em decoção (fervura de substâncias de que se quer extrair as partes solúveis) contra os diabetes, para baixar o açúcar no sangue.
Comprova-se, assim, que mesmo as espécies mais improváveis têm múltiplas aplicações.
As flores apresentadas foram tiradas junto a Vila Flor, num caminho que vai até à Barragem do Peneireiro.

Outras flores de julho:

3 comentários:

PF disse...

Boa tarde Sr. Aníbal, estou a contactá-lo por aqui para saber se chegou a receber o meu e-mail que lhe enviei para este endereço: geral@descobrirvilaflor.net
Obrigado
PF

viver Parambos disse...

Trimm Trimmmm!
Olá hoje é dia 5 de Setembro, pois claro, é isso temos memória vamos lá: PARABÉNS. Parabéns por todo este tempo de criação e divulgação de um lugar lindo como é "A Descoberta de Vila Flor" e que nasceu logo a seguir a nós, Hé hé hé!, ViverParambos, somos quase siameses claro e com muito gosto que partilhamos este gostar das "fragas" que são a nossa terra e parte do Reino Maravilhoso.
Desejamos uma longa vida pois será sempre criativa e bela.
Saudações com a nossa amizade Sempre.
At Ento

Li Malheiro disse...

Olá meu amigo Aníbal.
Passamos por aqui para deixar os Parabéns ao "A Descoberta de Vila Flor" pelos 6 anos de existência e que tão boas descobertas nos tem revelado.
Um abraço com a minha amizade.
Li Malheiro