07 Novembro 2007

Cogumelos - Rocos (Macrolepiota procera)

Está prestes a fazer um mês que encontrei os primeiros cogumelos, aqui perto, no Barracão. Tratava-se de um conjunto de 3 belíssimos exemplares de Macrolepiota procera, conhecidos localmente por Rocos (também no concelho de Carrazeda de Ansiães), mas que também são conhecidos por púcara, frades, marifusas, entre outros. Parecia que ia ser um Outono de abundância em espécies micológicas mas, devido à ausência de chuvas, tal não se tem verificado. A classificação cientifica deste cogumelo é: Reino: Fungi, Filo: Basidiomycota, Classe: Basidiomycetes, Ordem: Agaricales, Família: Agaricaceae, Genero: Macrolepiota, Espécie: Macrolepiota procera. É um dos cogumelos mais recolhidos em Portugal e por essa Europa fora. Isso deve-se à sua abundância mas também à facilidade no seu reconhecimento, o que faz com que muitas pessoas, menos conhecedoras ou mais desconfiadas, se fiquem pela recolha desta única espécie. Todo o cuidado é pouco, muitas famílias têm morrido no Nordeste, vitimas de alguns erros na recolha de cogumelos! Em caso de insegurança, o melhor, é não arriscar.
Esta espécie pode atingir grandes dimensões, mais de 30 cm de diâmetro. O meu amigo Atento que me desculpe, mas não resisto a colocar aqui, uma ligação a uma fotografia de um Roco, apanhado no ano passado, na freguesia de Parambos (Carrazeda de Ansiães).
São facilmente encontrados nas giestas, estevas, nas bordas dos pinhais, nos lameiros, nos soutos, ou mesmo na berma dos caminhos e estradas.
Embora possam ser cozinhados de várias formas, uma das mais usuais é mesmo grelhados nas brasas depois de temperados com umas gotas de azeite e algumas areias de sal.
PAra quem quiser saber mais sobre este assunto, pode encontrar neste site, uma extensa lista dos cogumelos comestíveis, em Portugal (lista em PDF).

4 comentários:

Esmeralda disse...

Olá
Para mim (...lá em casa...): Rocas, as abertas; Fusos, os ainda fechados. ....E como me lembro tão bem: - "Mãe, tá qui uma roca!!" E, logo me respondia: -" procura o fuso, que não está longe!!!" A verdade é que não estava...Vejam lá se tenho alguma razão...
...e façam o favor de se consolarem com essas delícias.
Abraços e beijinhos para os prospectores dos terrenos!
Esmeralda

ROC disse...

Olá Anibal G.
Gostava de lhe dar os parabéns pelo seu trabalho, este excelente blog.
E aproveitava para juntar mais alguns nomes tradicionais para este delicioso cogumelo.
Frades, serrolhos, e capoas são alguns dos nomes pelo qual é tb conhecida a Macrolepiota procera.
Poderão descobrir mais algumas imagens em: http://fungos.net/forum/index.php?topic=10.0

Cumprimentos e desejos de um óptimo ano 2008 para Vila Flor
Rui Oliveira Costa

Tp disse...

Eu conheço-os por Gasalhos.
E hoje apanhei 22! hehe
:P

Rui disse...

4ª feira foram 42 gasalhos perto de Armamar.

Além destes macrolepiotas proceras, existem outras espécies de cogumelos comestíveis: Por exemplo os míscaros ou sanchas. Alguem tem fotos de outras espécies comestiveis que se colham aqui em terras do Douro?